Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

o Homem Certo

Foi no inicio, não sejas demasiado guloso

Fomos passar o fim-de-semana a Leiria. 

Ficamos na pousada. Um quarto bonito, antigo e romântico, com uma varanda à inglesa que passei a amar.

Sentia-me num livro.

Levava para ler um livro de História de Portugal que o HT me ofereceu no Natal, um calhamaço que pesava dez quilos.

Guardo lá dentro uma folha que apanhamos e guardei no livro, não sei bem porque, mas continua lá.

Tem quase tanto tempo como o nós.

Visitamos o que a cidade nos oferecia. 

E à noite apanhamos uma festa num bar , cheia de malta da nossa idade. Quando descobri que um Vodka Redbull era baratíssimo, feito guloso, bebi uns quantos, para não dizer muito. Estávamos animados, dançamos imenso, rimos demasiado, e foi bem bom. Estava em altas.

Assim que saí do bar, tínhamos planos de ir a discoteca mais próxima, dei três passos e comecei a sentir o efeito do álcool no meu corpo, de repente, sem avisar, comecei a perder o equilíbrio, e a sentir o vento forte que não soprava, que me abanava de um lado para o outro.

E eu lutava para ficar firme e hirto como uma barra de ferro, só que ia todo torto.

Esta é a parte pouco romântica.

 

Mudamos de planos e fomos directos para a pousada. Quando entrei na pousada ainda me senti pior. Fui directo à casa de banho. Obvio que tive ali uns minutos a vomitar como gente grande, até o HT me ir buscar e levar-me para a cama. Assim que me deitei lá fui a correr aos tombos até à casa de banho.

Nada há que contar daquela noite, obvio. Assim dei oportunidade ao menino de acabar o seu livro.

 

Fui demasiado guloso naquela noite e não consegui saborear tudo o que a noite oferecia.

Porém quando penso nisto rio-me.

Tenho um historial de vomitar em hotéis, não sei explicar o porquê.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Mais sobre mim

foto do autor

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub