Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

o Homem Certo

Coitados dos vendedores porta a porta.

Eram da PT.

Por causa da friba. Até costumo ter paciência

. Atendi deixei os falar e só pensava para mim têm 3 minutos.

Antes de o rapaz acabar de falar disse: "Peço desculpa, mas agora não posso".

O 2º elemento disse: "Claro, pode fechar a porta". E quando ia fechar, o mesmo rapaz: Tem um copo de água que me arranje por favor?" 

"Não" Respondi, um pouco bruto. E fechei a porta com firmeza. 

Nem sei explicar esta atitude. Mas já foi.

Não é meu costume ser mal educado.

Era só ir a cozinha. Arrependi-me por 6 segundos.

 

Numa próxima peço desculpa

Não sei se sou eu, se é ela ou se estamos apenas em sintonia

Ando a ficar deprimido, controlo, porém a seguir fico assim... triste.

Logo a seguir posso me esquecer e rir e brincar. Mas esta tristeza está cá dentro. Se calhar estava escondida.

A Misia consegue puxar aquela magoa reprimida ou esquecida no tempo e que vem ao de cimo ao ouvi-la. Apesar disso não consigo parar de ouvir.

 

E depois fico assim. Mudo, sonâmbulo, a deambular por aí, como marioneta, alguém puxa e eu ando. 

 

 

O novo álbum chama-se "Para Amália" e é muito bom, muito bom. Há ali uma Amália, diferente mas Amália.

 

 

 

Falar em Deus

Um ministro fala em Deus e é um escândalo.

Talvez o ministro não soubesse o que dizer. Talvez o ministro seja católico, não sei. Já ouvi coisas piores de Governos.

Esta conversa não me choca. Choca-me o alarido.

 

 

And... God bless America. Soa melhor?

 

Pág. 3/3