Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

o Homem Certo

Actualizando-me

Bem não tenho assim nada para vos contar.

Fui à calista ou se preferirem à pedicure e de lá vim actualizadíssimo. Então cá vai, vamos lá ver se não baralho:

 

Kate e William estão radiantes com a chegada do segundo filho.

A namorada do Paulo Gonzo corre risco de vida.

A rainha da Dinamarca fez uma festa de arromba para celebrar o seu 75ª aniversário, e a Letizia ia linda, até fiquei com pena de não ser espanhol.

Fiquei a saber quem foi ao Funeral De Mariano Gago, foram muitas pessoas ocupava-me o texto todo.

A filha da Biba Pita já mora com o namorado. Biba Pita fez um projecto com uma amiga.

Carolina Patrocínio ... já não me lembro bem, mas reagia aos comentários que lhe fizeram as fotos, e eu cá penso que está muito bem.

Ah, quase que me esquecia o Rei da Suécia esteve em Portugal, com mais 20 amigos, a título particular, não fosse SAR D. Duarte fazer-lhe uma espera.

E houve muitas festas, muitas, muitas e eu não fui.

E basicamente foi isto.

 

 

O hábito de ler

Depois de ler este texto lembrei-que na adolescência não gostava de ler.

Tinha uma vizinha, que ainda hoje é a minha melhor amiga, adorava ler e viajava com os livros, depois contava-me as histórias. 

Insistia muitas vezes que devia ler e dava-me conselhos, ler este e aquele e eu achava uma seca. 

Não sei se antes ou depois, mas penso que foi antes li a BD do Asterix. 

Lembro-me que me emprestou um livro chamado Doçura Amarga, não sei explicar mas li aquele livro, era fininho e não me assustou. Depois apanhei um livro da Margarida Rebelo Pinto, falava de sexo, uhhhhhhh, então achei um máximo e vá de ler tudo desta autora, ah tinha tios e tias e roupa de marca, e achava graça também.

E fui lendo outros. Mas o que me prende são as biografias e os romances históricos. Ou relacionados com o Vaticano ou com a igreja católica e todos os seus heróis, sejam contra ou favor. Tento experimentar outros géneros mas cansam-me ou faço um grande esforço.

Claro que há excepções.

Hoje posso dizer que se leio alguma coisa, é graças à Cláudia que me ensinou a gostar.

Não posso acrescentar mais linhas porque a minha Big Big Boss já me chamou duas vezes.

Tenham um óptimo dia.

Desafio | The Bucket List

 A mulher que amal livros deixou-me o desafio de fazer a lista das dez coisas que quer fazer antes de morrer.

Cá vai:

1 - Conhecer um Papa

2 - Viajar ( Roma, Turim, Jerusalém, Jamaica, Grécia e mais umas que agora não sei onde tenho a lista de viagens, Levar os meus putos a Disney enquanto são putos)

3 - Ler todos os livros que a Cláudia me recomenda.

4 - Casar

5 - Dizer a todas as pessoas que amo, que as amo e abraça-las, reforçando que as amo

6 - Escrever um monologo sobre a morte.

7 - Ganhar um prémio

8 - Escrever um best seller

9 - Fazer a minha arvóre Genealógica até chegar ao Afonso Henriques.

10 - Ter um filho

11 - Ter sucesso em alguma coisa

 

Ah eram só dez? Pronto foi o que me veio à cabeça.

 

 

Ao meu amor

Descobrimos-nos ao acaso, conheci-te e amei-te.

Deste-me a luta de não me quereres logo assim à primeira, mas eu queria-te para mim, tinha e ainda tenho a certeza de que és tu quem quero a meu lado.

Já estamos juntos há seis anos, cheios de altos e baixos, mas cheios de muita coisa.

Não sou perfeito, tenho muitas falhas, mas cada dia tento ser melhor, se bem que há dias em que me esqueço de tentar.

Ainda gosto de olhar para ti, de te ver bonito, de andar a teu lado, de te ver tímido, de ver sem jeito quando te envergonho e digo palavras fofas.

Amo  passear contigo, ouvir-te falar, afagar-te o cabelo, mimar-te.

Continuo a amar-te da mesma forma, com o mesmo amor, desde o primeiro dia em que fomos sair e nunca mais me saíste da cabeça nem do coração .

Cristãos Perseguidos

Preocupa-me todos os perseguidos sejam eles perseguidos pela politica, a sua sexualidade, religião, etc.

Com as guerras no Médio Oriente, e com o alargamento do Estado Islâmico, muitos são os refugiados por esse mundo fora, que me aperta o coração.

Eu sou católico praticante, e preocupa-me pensar no que os outros cristãos estão a ser perseguidos e muitos assassinados, só pelo simples facto de o serem. De facto hoje o cristianismo é a religião mais perseguida.

O Papa lembrou na semana santa "os nossos irmãos que são perseguidos, decapitados, crucificados pela sua fé, sob o nosso silencio cúmplice" 

Segundo Ignacio Ybáñez, secretário de estado dos negócios estrangeiros: "em cada hora que passa um cristão é morto" . Estima se que entre 150 a 200 milhões de cristãos são ameaçados e perseguidos.

São apontados para esta perseguição o facto de sermos a religião com maior fieis espalhados pelo mundo, 2300 milhões, dos quais 1200 milhões de católicos.

Andrea Riccardi explica o silencio do ocidente : "na realidade, a cultura ocidental alimentou um autentico sentido de culpa por causa das responsabilidades dos cristãos pelas violências que cometeram ao longo da sua história." Lembrando a conquista da América, as cruzadas ou a Inquisição.

A mim parece-me que ninguém quer assumir responsabilidades, nenhum Estado quer tomar partido, seja pelo que for fora da sua casa, eles estão lá tão longe e há tantos problemas a resolver em casa, que olhamos todos para o lado e assobiamos.

 

Dia de passeio

Aos domingos é dia de passeio, mas este ultimo falhou o passeio. 

Fiquei em casa. Almocei, bebi café, comprei o jornal, nem sei muito bem porque, não me apetecia ler, li apenas as gordas. Comprei duas raspadinhas e não me saiu nada.

A casa estava vazia, apenas eu e a Diana. E aproveitei o dia para curtir o silencio e descansar o corpo. 

Também fiquei mais caseiro porque Sábado à noite bebi vinho e brindamos com Champanhe, e sou super guloso por Champanhe.

Porque hoje é Sábado!

Como hoje é sábado lembrei-me deste poema de Vinicius de Moraes:

 

Dia da Criação (Porque hoje é sábado)

 Hoje é sábado, amanhã é domingo 
A vida vem em ondas, como o mar 
Os bondes andam em cima dos trilhos 
E Nosso Senhor Jesus Cristo morreu na Cruz para nos salvar. 

Hoje é sábado, amanhã é domingo 
Não há nada como o tempo para passar 
Foi muita bondade de Nosso Senhor Jesus Cristo 
Mas por via das dúvidas livrai-nos meu Deus de todo mal. 

Hoje é sábado, amanhã é domingo 
Amanhã não gosta de ver ninguém bem 
Hoje é que é o dia do presente 
O dia é sábado. 

Impossível fugir a essa dura realidade 
Neste momento todos os bares estão repletos de homens vazios 
Todos os namorados estão de mãos entrelaçadas 
Todos os maridos estão funcionando regularmente 
Todas as mulheres estão atentas 
Porque hoje é sábado. 


II

Neste momento há um casamento 
Porque hoje é sábado. 
Há um divórcio e um violamento 
Porque hoje é sábado. 
Há um homem rico que se mata 
Porque hoje é sábado. 
Há um incesto e uma regata 
Porque hoje é sábado. 
Há um espetáculo de gala 
Porque hoje é sábado. 
Há uma mulher que apanha e cala 
Porque hoje é sábado. 
Há um renovar-se de esperanças 
Porque hoje é sábado. 
Há uma profunda discordância 
Porque hoje é sábado. 
Há um sedutor que tomba morto 
Porque hoje é sábado. 
Há um grande espírito de porco 
Porque hoje é sábado. 
Há uma mulher que vira homem 
Porque hoje é sábado. 
Há criancinhas que não comem 
Porque hoje é sábado. 
Há um piquenique de políticos 
Porque hoje é sábado. 
Há um grande acréscimo de sífilis 
Porque hoje é sábado. 
Há um ariano e uma mulata 
Porque hoje é sábado. 
Há uma tensão inusitada 
Porque hoje é sábado. 
Há adolescências seminuas 
Porque hoje é sábado. 
Há um vampiro pelas ruas 
Porque hoje é sábado. 
Há um grande aumento no consumo 
Porque hoje é sábado. 
Há um noivo louco de ciúmes 
Porque hoje é sábado. 
Há um garden-party na cadeia 
Porque hoje é sábado. 
Há uma impassível lua cheia 
Porque hoje é sábado. 
Há damas de todas as classes 
Porque hoje é sábado. 
Umas difíceis, outras fáceis 
Porque hoje é sábado. 
Há um beber e um dar sem conta 
Porque hoje é sábado.
 
Há uma infeliz que vai de tonta 
Porque hoje é sábado. 
Há um padre passeando à paisana 
Porque hoje é sábado. 
Há um frenesi de dar banana 
Porque hoje é sábado. 
Há a sensação angustiante 
Porque hoje é sábado. 
De uma mulher dentro de um homem 
Porque hoje é sábado. 
Há a comemoração fantástica 
Porque hoje é sábado. 
Da primeira cirurgia plástica 
Porque hoje é sábado. 
E dando os trâmites por findos 
Porque hoje é sábado. 
Há a perspectiva do domingo 
Porque hoje é sábado. 

 

Venicius De Moraes

 

Quem ler ou ouvir até ao fim recebe um beijo ou um abraço

707 000 000 não sei que mais

Não há pachorra para os programas em que os apresentadores de 10 em 10 minutos, às vezes, se calhar menos, dizem o numero para as pessoas ligarem, não sei como é que as pessoas conseguem ver um programa de seguida sem se enervarem ou mudar de canal. Não há coisa que mais me enerve. E eu até vejo os programas aos bocados, e apanho esta conversa tantas vezes, faço ideia quem vê o programa todo.

É que até nos intervalos? 

 

707 não sei que? Prefiro raspadinhas que chateia menos.