Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

o Homem Certo

Uma História

Ontem o veterinário logou me a dizer que a Diana tinha morrido.

Fiquei cheio de pena, chorei. Fiquei feliz pela morte natural.

Já tinha decidido que tinha de tomar uma atitude, porém não queria, e dava-me imensa pena vê-la assim.

 

Foi muito bom te-la. Ficam as boas memórias.

 

Fiquei contente (mesmo que tenha sido mentira), o veterinário disse que fui um bom dono, e se fosse outros donos ela não tinha durado tanto.

 

Foi bom.

 

Fim!

 

P.S. tenho imensa vontade de fazer festas a cães. E de arranjar outro amigo canino. Cá em casa não gostaram da ideia.

12 comentários

Comentar post