Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

o Homem Certo

Trabalho, recebes em duodécimos que até te f****, lixas

Hoje era o ultimo dia para informar a empresa de que não queríamos receber os subsídios de Férias e Natal em duodécimos.

Como sou mau a gerir o meu dinheiro preferia receber os subsídios por inteiro do que repartidos em 12 meses.

No ano passado os seis primeiros meses correram bem, só que a partir dali nunca mais consegui juntar os respectivos subsídios e fui gastando.

Bem, em vez de entregar a declaração aos Recursos Humanos tive de entregar ao Big Boss.

O Bigodes quando viu o papel fez um grande drama.

Começou assim: Não acredito que me estás a entregar isto. És o primeiro que me pede (mentira já dois colegas tinham pedido). Começou a fazer o choradinho que é difícil, repartir os subsídios é mais fácil, bla bla. Parecia uma velha queixosa.

Ate que eu disse: Mas só quero receber metade, não é mau.

Exaltou-se pegou na folha e barafustou imenso.

Eu já fodido com ele, disse bruto, tirando-lhe a folha da mesa e amachucando-a: Dê-me cá essa MERDA. E dito isto saí da sala.

Aposto que quando saí da sala ele riu-se.

(Eu queria ter dito "Oh pah meta o papel no cú, mas não disse.)

 

Penso que foi a primeira vez que fui mal educado com ele.

 

A vantagem de receber em duodécimos é o dinheiro ficar sempre no meu bolso, aconteça o que acontecer, mas dava-me jeito à antiga.

11 comentários

Comentar post