Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

o Homem Certo

Sempre a correr para depois relaxar

Saí do trabalho a correr, quando digo correr refiro-me com pressa, porque eu nunca corro, ah só com o cão.

Enfim depois passeei o cão a correr, a correr não, porque estava cheio de dores, então foi um passeio rápido, lanchei a correr, apesar de estar sentado uns breves minutos, um duche apressado.

Sair a correr, ir ao multibanco, no principio do mês é terrível, faltavam dez minutos para o compromisso, e uma senhora, no multibanco, introduz o cartão, clica, sai um talão, está despachada? Não, mete o cartão, digita o pin faz a operação sai o talão, terminou? Não mais duas vezes, que nervos. É certo que às vezes faço isso.

Depois das minhas operações lá fui à clínica para a minha massagem.

Aiiiiiiiiiiiiiiiii como eu adoro, as perguntas da praxe, as ordens da praxe, tire a t-shirt, desaperto o cinto, e as calças, não. Tire as calças.

Vá deite-se de barriga para cima, para baixo, e quando dou por mim está lá outra massagista. Eu não tenho problemas com o meu corpo, nem sou envergonhado, mas também não é preciso toda a gente ver-me nu, é chato. Lá me apresentou a sua colega.

E vá de relaxar e levar a massagem. Como eu adoro massagens, como é bom, como é bom os quentes e os frios e os cremes. Passa-se uma hora e nem se dá por isso, passei pelas brasas, e ainda falei com o Mickey e a Minie, porém não me lembro do que sonhei naqueles segundos, mas pronto relaxei, e descontraí, e vim quase, quase novo. Quem me dera ir sempre que me apetecesse.

Bendita massagem e a senhora que a fez.

 

Quem gosta?

 

E acabar o dia a degustar um vinho doce e pesado que me subiu à cabeça, partilhado à conversa com quem mais amo.

15 comentários

Comentar post