Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

o Homem Certo

Saudades do que foram e não volta

Dou por mim a reparar em estranhos que me fazem lembrar os que partiram.

 

Muitas vezes encontro nos rostos dos estranhos metades do meu primo, que morreu à dois anos, lembro-me muito dele.

 

Encontro nas velhotas outro tanto da minha avó Chica e lembro-me das histórias que passamos juntos e do amor que partilhamos.

Gostava de viajar no tempo e sentar-me no colo dela e enche-la de mimos como fazia sempre, mesmo já sendo maior do que ela.

A avó Vivi que ainda é viva ficou a ganhar os beijos a dobrar. O que não posso dar a uma dou em dobro à Vivi e assim aproveito a vida dos que estam vivos.

Dizem que as avós são umas segundas mães, e isso foi e é tão verdade.

 

Penso que quando a avó Vivi partir a quem dareu os beijos que guardo para elas?

Sou um menino. Snif snif.

9 comentários

Comentar post