Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

o Homem Certo

O fim-de-semana

O fim-de-semana soube-me a muito pouco.

Sexta bebi café na casa duma amiga.

Sábado fui sair com os amigos, uma festa com malta conhecida e agradável. Diverti-me muito, cheguei torto a casa.

Domingo fui ao Chiado ver as bichas (estavam todas na praia) e tinha intenção de ir ao MUSEU NACIONAL DE ARTE CONTEMPORÂNEA DO CHIADO, estava fechado.

Como não fui à missa... ainda acendi umas velas na Igreja dos Mártires. É tradição sempre que ali passo, tenho de entrar.  acender uma vela, meditar ali um bocado. O HT fica à seca mas tem de ser.

Andei até ao terreiro do paço bebi um Rosé à beira rio. Estava uma brisa fresca, estava-se muito bem na esplanada. Lisboa está cada vez mais bonita. 

Depois subi até ao Chiado outra vez. E vinguei me assim que cheguei ao largo de Camões e enfardei um bolo e uma sandes que estava a morrer de fome. Subi ao Miradouro (nunca sei o nome, a seguir a São Roque) sentei-me a ver a vista, os pombos e turistas felizes, lá me levantei e fui para casa cozer batatas para o jantar.

Dei por mim, já são dez horas. Está ai segunda não tarda.

 

7 comentários

Comentar post