Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

o Homem Certo

Mini - com`out ou se preferirem sair do armário, Parte 1

Com`out Parte Um

 

A primeira vez que contei a alguém que era gay foi ao Alex e à Susy, não de livre vontade. Passo a contar. Estávamos numa esplanada a beber café, não sei em que parte a que a conversa ia até que o Alex pergunta:

- Olha lá, no motor de busca do google e do Kazaa tens a palavra gay e gay-porn? E vi no histórico tens muitas paginas do género... (tinha dado o PC ao Alex para ele arranjar).

Devia ter ficado branco, azul ou amarelo, em 30 segundos pensei a maneira de me escapar, de mentir ou contar a verdade. E ele perguntou se era gay, e eu respondi sim.

Não neguei contei a verdade, partilhei as minhas historias, como tinha encontros às escondidas, mesmo debaixo dos narizes deles. Não caiu o Carmo nem a Trindade. Fiquei contente por ter contado, contudo fiquei com pena de ter perdido este segredo, o que no fundo era bom.

A partir dali, foram aceitando sem dramas. E continuamos todos amigo.

Naquele dia senti-me bem de ter contado, comecei a utilizar o código, se não perguntarem não digo, se perguntarem respondo. Se apresentar o meu namorado como tal, fica obvio.

Quem sabe também ajuda, contam sempre a alguém, sabes é gay, tipo cartão de visita.

 

Pior foi com os meus pais, mas isso conto noutro dia

2 comentários

Comentar post