Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

o Homem Certo

Estado Islâmico

Choca me sempre as noticias à cerca do Estado Islâmico. As decapitações, os castigos, a maneira como destroem tudo o que é contra o seu crer.

Ontem saiu mais uma, Estado Islâmico atira mais um homem de prédio por ser homossexual, foi um castigo, quem não cumprir com as suas regras é castigado e assim tentam manter o rebanho em linha. Em Janeiro e Fevereiro outros dois homossexuais tiveram o mesmo castigo, mas sobreviveram à queda, então foram apedrejados até morte.

Agonia me pensar na possibilidade de ser morto ou por ser estrangeiro, ou católico, ou homossexual ou simplesmente não respeitar uma regra do E.I. Penso muitas vezes na sorte de ter nascido em Portugal.

Muitas vezes imagino se tivesse nascido no Iraque, na Síria ou até mesmo na Arábia Saudita, entre outros... Sem poder fazer as nossas escolhas, o pensar livremente, o simples facto de escolher ler um livro qualquer ou mesmo um filme. Quanto mais amar um homem, sendo eu um homem. Se calhar saberia viver escondido, rejeitando a minha homossexualidade ou simplesmente fazendo vida dupla, quem sabe se com o medo não viveria frustrado com uma ou duas mulheres e iria vivendo rezando todos os dias para que esses desejos passassem. Felizmente nunca vou saber.

Espero que depressa o Estado Islâmico seja derrubado e tudo o que eles representam, sabendo que os fundamentalistas irão sempre existir, e que o Mundo nunca será perfeito, porém com esperança que o Mundo melhore a cada dia.

4 comentários

Comentar post