Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

o Homem Certo

Rotina

Levantar, comer, xixi, trabalho, almoçar, fumar cigarros ah e cafés, muitos cafés, saída do trabalho, no meio tempo mexidas no telémovel, e mais cigarros. Sair do trabalho, casa, passear o cão (só ás vezes, para não se habituar), descansar um bocado, cuscar a vida dos outros no Facebook, ver uma série, já não vivo sem elas. Jantar, um bocadinho de conversa para apimentar a janta, café mais cigarros, depois séries ou ler (pouco) que dá-me o sono. E dormir. Ou então ir ao café com o meu amor ou com amigos. Depois sim, Dormir. E no dia a seguir tudo de novo. Como uma maquina automática, pode ser uma maquina de café. Abre-se tampa, mete-se a cápsula, fecha se a tampa, carrega se no botão, apara-se com uma chávena, para-se a maquina, bebe-se o  café e esta-se pronto para outro; abre-se a tampa....

Assim parece este dias na semana

And the Oscar Goes To

Desde miúdo que acompanho os Oscars, sempre vivi o espectaculo. Sempre tentei ver o máximo de filmes nomeados, se bem que alguns anos atrás era mais fácil eram apenas cinco, e tinha mais tempo e mais vontade, e tudo me deixava encantado.

Acho que todos já olhamos ao espelho e imaginamos nos a receber um Oscar, fazer um discurso, ora a fazer piadas, ora a chorar baba e ranho. E pensava um dia vou estar alí sentado e receber um Oscar.

Fazia uma lista com os que gostava ou que achava que iam ganhar para depois... comparar.

Ás vezes via um bocado da gala sem perceber quase nada mas só de ver a malta ali, era quase como se percebesse.

No ano passado ainda cometi a loucura de ver até ás quatro da manhã, e trabalhar no dia a seguir.

Este ano só vi o Selma (não gostei, achei parado),  A teoria de Tudo (adorei), O Grande Hotel Budapeste (achei genial e divertido), Birdman (difícil de ver... quanto mais gostar, e eu até gosto de filmes chatos), O Jogo da Imitação (também gostei, Há muita coisa para se dizer desta historia). 

E mais não vi e não tenho pena. Este ano nem espreitarei a gala. Mas de manhã a primeira coisa que farei é pesquisar os vencedores.

 

Penso que cada ano a academia tenta passar uma mensagem quando escolhe o melhor filme, neste sentido gostava que ganhasse  "A Teoria de Tudo", que seria enquanto há vida há esperança, e esperança é o que precisamos para 2015.

 

Ainda sou do tempo em que se dizia " And the winner is...", mas não e politicamente correcto.

 

Que ganhe o melhor

And the Oscar Goes To...

 

 

 

Há qualquer coisa mal na Tv

Não sou contra nada em particular. Porém faz me alguma confusão a TVI fazer tanto reality shows seguidos. Por vezes pergunto me se as pessoas não se interessam por mais nada, ou seguem este tipo de programas porque têm uma vida tão chata ou tão amargurada que vivem o dia a dia daquelas pessoas como se fossem o delas. Às vezes também me passa pela cabeça que ande tudo tão cansado que se descontraem a ver pessoas à briga, e a dizerem para elas próprias amanhã vou brigar assim com o cab** do meu chefe ou a p**a da vizinha.

Se calhar também estão dormentes e olham para TV como quem olha para um aquário. 

O primeiro

O primeiro encontro é sempre difícil. Não se sabe  que se há de dizer. Exagere se sempre nas palavras, ou quem somos, não sabemos o que o outro pensa.. Temos de ir conhecendo. Há sempre um truque na manga para quebrar o gelo. Ou então conta se uma historia engraçada, que não seja ridícula, apenas divertida.

 

E é assim este primeiro post. Podia dier muitas coisas, mas não sei por onde começar.

 

Sou o Miguel, tenho 30 anos.